Oxidação da pele: o que é e como retardar esse processo

Oxidação da pele: o que é e como retardar esse processo

Entenda o que é oxidação da pele, qual a relação desse processo com o envelhecimento precoce, a necessidade do uso de proteção solar e a ação de antioxidantes na saúde cutânea.

Um dos processos naturais do corpo pode ser afetado e intensificado pelos hábitos e estilo de vida. Por isso, aqui explicaremos todos os detalhes da oxidação da pele, para poder manter a saúde cutânea em dia.

O que é a oxidação da pele?

A oxidação da pele é um processo de envelhecimento, caracterizado pela perda de colágeno, elastina e gordura, que são componentes importantes para manter a pele saudável e jovem.

Qual a relação dos radicais livres na oxidação da pele?

O corpo produz radicais livres naturalmente como resultado de reações metabólicas essenciais, como respiração, geração de energia, desintoxicação de substâncias químicas, defesa imunológica contra infecções e cicatrização de feridas; e resultado de fatores externos, como a exposição excessiva ao sol, poluição, tabagismo, alimentação inadequada, estresse, falta de sono e prática de esportes intensos.

Apesar da essencialidade, os radicais livres são moléculas instáveis que, quando em excesso, atacam as células da pele, como as de colágeno e elastina, provocando uma reação oxidativa, que leva ao aparecimento de rugas, flacidez e linhas de expressão.

Como ocorre a oxidação da pele?

A oxidação da pele ocorre quando, sob produção excessiva de radicais livres, para estabilização, o radical "rouba" elétrons de outras moléculas próximas na pele, sem que o organismo seja capaz de neutralizar essa ação por meio de antioxidantes.

Como os antioxidantes combatem a oxidação da pele?

Devido à instabilidade dos radicais livres, o corpo possui mecanismos naturais de defesa, como antioxidantes endógenos, vitamina C e vitamina E, que são capazes de doar elétrons para os radicais livres, ajudando a neutralizar os efeitos e reduzirem o estresse oxidativo.

Quais são os fatores que ativam os radicais livres?

Os radicais livres podem ser ativados por processos naturais no corpo, além de fatores externos, como:

  • Exposição excessiva à radiação ultravioleta (UV) do sol; 

  • Exposição a poluentes ambientais; 

  • Tabagismo; 

  • Processos inflamatórios no corpo; 

  • Exercício físico intenso; 

  • Alimentação inadequada; 

  • Estresse emocional; 

  • Privação de sono; 

  • Envelhecimento; 

  • Medicamentos específicos.

Quais são os sintomas da oxidação da pele?

De forma geral, os sintomas da oxidação da pele estão associados a:

  • Rugas e linhas finas, geralmente ao redor dos olhos, na testa e ao redor da boca, resultados da perda de colágeno e elastina;

  • Menor firmeza e elasticidade, já que oxidação da pele reduz a capacidade da pele de se contrair e retornar ao seu estado original;

  • Opacidade e falta de viço;

  • Pigmentação irregular, com áreas mais escuras ou mais claras;

  • Ressecamento e descamação;

  • Vermelhidão e irritação;

  • Sensibilidade aumentada.

Oxidação da pele e envelhecimento precoce

A oxidação da pele está diretamente relacionada ao envelhecimento precoce, também conhecido como envelhecimento intrínseco ou envelhecimento cronológico, que se refere ao processo de envelhecimento da pele que ocorre mais cedo do que o esperado.

Isso porque a oxidação pode danificar o DNA nas células da pele, tornando a pele mais suscetível a mutações e diminuindo a capacidade de regeneração; comprometer o colágeno e a elastina, proteínas essenciais para a firmeza e elasticidade da pele; causar o aparecimento de manchas; afetar a barreira cutânea, resultando em ressecamento, descamação e aumento da sensibilidade da pele; e desencadear uma resposta inflamatória na pele, causando vermelhidão, irritação e danos adicionais às células.

A exposição ao sol pode acelerar a oxidação da pele?

A exposição à radiação UVA e UVB do sol, sem a proteção adequada, desencadeia a formação de radicais livres na pele, acelerando o processo de oxidação, responsável pelo envelhecimento precoce.

Usar protetor solar minimiza a oxidação da pele?

Usar protetor solar é uma das medidas mais importantes para minimizar a oxidação da pele, já que o produto cria uma barreira que impede que os raios UV do sol danifiquem a saúde da pele.

Além disso, devido a alguns produtos de proteção solar conter antioxidantes, como a vitamina E, que ajudam a neutralizar os radicais livres, o uso colabora com a diminuição do estresse oxidativo na pele.

Quais ativos antioxidantes agem contra a oxidação da pele?

Existem diversos ativos antioxidantes que agem contra a oxidação da pele, neutralizando os radicais livres. Alguns dos principais incluem:

Vitamina C

Também conhecida como ácido ascórbico, a vitamina C atua na neutralização de radicais livres, além de estimular a produção de colágeno na pele, melhorando a firmeza e a elasticidade, e ajudar a clarear manchas.

Vitamina E

Também conhecida como tocoferol, a vitamina E atua na neutralização de radicais livres e ajuda a manter a barreira natural cutânea para maior hidratação, reduzindo a secura e a irritação.

Ácido ferúlico

Frequentemente usado em combinação com a vitamina C e a vitamina E, o ácido ferúlico melhora a eficácia dos antioxidantes e protege a pele contra o envelhecimento prematuro.

Resveratrol

O resveratrol ajuda a proteger a pele contra os danos causados pelos radicais livres, reduzindo a inflamação, melhorando a elasticidade da pele e contribuindo para a prevenção de danos ao DNA.

Coenzima Q10

Além de proteger as células da pele contra os danos causados pelos radicais livres, a coenzima Q10 pode aumentar a produção de colágeno e elastina, melhorando a firmeza cutânea.

Polifenóis

Com propriedades anti-inflamatórias, os polifenóis, extratos de chá verde e resveratrol, protegem a pele contra os danos causados pelos radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce para uma pele saudável e radiante.

Como tratar a oxidação da pele?

Tratar a oxidação da pele envolve uma combinação de cuidados, hábitos saudáveis e, em alguns casos, orientação de um dermatologista. Algumas abordagens incluem:

  • Usar diariamente, mesmo em dias nublados, protetor solar de amplo espectro com um FPS adequado ao seu tom de pele;

  • Usar diariamente produtos com antioxidantes, como a vitamina C, vitamina E, coenzima Q10, ácido ferúlico, resveratrol e polifenóis;

  • Manter a pele bem hidratada com uso de um hidratante;

  • Esfoliar a pele uma ou duas vezes por semana para remoção de células mortas e impurezas;

  • Evitar o consumo de álcool e tabaco;

  • Praticar técnicas de redução de estresse, como meditação, ioga e exercícios físicos;

  • Dormir bem.

É possível evitar o processo de oxidação da pele?

Devido à oxidação da pele ser um processo natural que ocorre com o tempo por uma variedade de fatores, incluindo exposição ao sol, poluição e estilo de vida, é impossível evitar completamente o processo de oxidação.

No entanto, as mesmas medidas de tratamento servem para minimizar e retardar esse processo, sendo uma das principais o uso de proteção solar.

Para isso, conte com os produtos Ollie, como o Protetor Solar em Bastão Com Cor, o Protetor Solar Transparente Aveludado, o Bastão Multifuncional Incolor e o Glow Corporal, que possuem alta proteção contra os raios UVB e UVA e ativos antioxidantes, como vitamina C e vitamina E, que auxiliam no combate dos radicais livres.

Conheça a linha completa e aproveite para se proteger com a praticidade e a multifuncionalidade de Ollie!

 

Imagem principal retirada do site Freepik