Criança pode usar protetor solar de adulto? Saiba quais cuidados se deve tomar

Criança pode usar protetor solar de adulto? Saiba quais cuidados se deve tomar

O protetor solar infantil é um item essencial para a saúde dos pequenos, por isso surgem dúvidas como: criança pode usar protetor solar de adulto? Vem com a gente descobrir.

A proteção solar é crucial para a saúde da pele, e quando se trata de crianças, a atenção para a escolha do protetor solar é ainda mais importante. 

Qual a importância do protetor solar para crianças? 

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o uso do protetor solar em bebês deve iniciar a partir dos 6 meses de idade, antes são necessários alguns cuidados especiais ao tomar banho de sol. 
 
Confira o artigo completo sobre Banho de sol em bebês: saiba a importância e como tomar os cuidados essenciais. 

Olha só porque o protetor solar deve ser incluído na rotina dos pequenos desde cedo: 

Proteção contra queimaduras solares 

O uso de protetor solar infantil ajuda a prevenir queimaduras solares, que podem ser extremamente dolorosas para as crianças e aumentar o risco de problemas de pele a longo prazo. 

Redução do risco de câncer de pele 

A exposição solar sem proteção durante a infância está relacionada a um maior risco de desenvolver câncer de pele mais tarde na vida. O protetor solar ajuda a reduzir esse risco. 

Prevenção de danos à pele 

O uso regular de protetor solar pode ajudar a prevenir danos à pele, como envelhecimento precoce, manchas e rugas, causados pela exposição excessiva aos raios UV. 

Proteção contra radiação UV 

O protetor solar infantil oferece uma barreira eficaz contra os raios UVA e UVB, que podem causar danos à pele, suprimir o sistema imunológico e contribuir para o surgimento de doenças de pele. 

Promoção de hábitos saudáveis 

Ao ensinar as crianças a aplicarem protetor solar regularmente desde cedo, estamos incentivando-as a adotar hábitos saudáveis de proteção solar que podem durar a vida toda, garantindo a saúde da pele ao longo dos anos. 

Como é a pele das crianças e bebês? 

A pele das crianças e bebês é significativamente mais delicada e sensível em comparação com a pele dos adultos. Ela é mais fina, o que a torna mais suscetível a lesões, queimaduras solares e irritações. Além disso, a barreira protetora da pele, que a protege contra a perda de umidade e a entrada de substâncias irritantes, ainda não está completamente desenvolvida, tornando-a mais permeável a produtos químicos e alérgenos. 

A produção de melanina, que fornece proteção natural contra os raios UV, ainda é limitada em bebês, o que os torna mais propensos a queimaduras solares. A pele das crianças também pode reagir de forma mais intensa a certos ingredientes em produtos para a pele, como fragrâncias e conservantes, aumentando o risco de irritações e alergias. 

Qual a diferença do protetor solar de criança e adultos? 

A diferença entre o protetor solar infantil e o protetor solar para adultos está, principalmente, na formulação e na concentração de certos ingredientes, especialmente nos filtros solares. 
Leia também qual a diferença entre filtro solar e protetor solar? 

Filtros físicos 

Protetores solares infantis tendem a conter uma maior proporção de filtros físicos, ou como são conhecidos também, filtros minerais, como dióxido de titânio e óxido de zinco. Esses filtros proporcionam uma barreira física na pele, refletindo e dispersando os raios UV, o que os torna ideais para peles sensíveis. 

Além disso, os filtros físicos ainda têm ação imediata após a aplicação, o que ajuda muito os pais que não querem esperar muito tempo para expor as crianças ao sol, têm coloração esbranquiçada, mesmo que após o espalhe não fique notável e são menos irritantes para a pele, sendo uma opção adequada para pessoas com pele sensível ou propensa a alergias. 

Filtros químicos 

Em comparação, os protetores solares para adultos podem conter uma variedade maior de filtros químicos para oferecer uma proteção mais abrangente contra os raios UV. No entanto, alguns desses filtros químicos podem ser menos adequados para a pele delicada das crianças, sendo potencialmente mais propensos a causar irritações. 

Os filtros químicos também podem levar algum tempo para serem absorvidos pela pele e começarem a agir, absorvem a radiação ultravioleta (UV) do sol, convertendo-a em energia, como o calor e tendem a ser mais transparentes na aplicação. 

Então se a principal diferença entre o protetor solar para adultos e crianças são os filtros, um protetor solar para adultos com filtro físico pode ser usado por crianças também, certo? Não é bem assim, olha só o porquê. 

Criança pode usar protetor solar de adulto? 

O protetor solar infantil é formulado para a pele de bebês e crianças, que como adiantamos, é mais sensível e mais suscetível a alergias, por isso a fórmula dele é pensada para minimizar esse risco, sendo uma fórmula com filtros físicos, ativos que não costumam dar alergias em peles sensíveis, sendo, inclusive, hipoalergênico. 

No caso do protetor solar para o adulto, nem sempre há esse cuidado com esse tipo específico de pele, podendo ter ingredientes como avobenzona, octinoxato e/ou octisalato que podem causar irritações em peles muito sensíveis. 

Então se você está pensando em usar protetor solar de adulto em criança é recomendado consultar com um pediatra ou dermatologista de confiança para que ele avalie se os ingredientes da fórmula são seguros para o seu pequeno. É importante sempre olhar a composição e buscar por ativos que podem não ser bem aceitos na pele da criançada. 

Qual o melhor protetor solar infantil? 

Existem boas opções de protetor solar infantil no mercado, mas é preciso se atentar a alguns requisitos antes de comprar o melhor protetor solar infantil, olha só: 

Alta proteção UV 

O protetor solar infantil deve oferecer proteção de amplo espectro contra os raios UVA e UVB, com um FPS de pelo menos 30, adequado para a pele sensível das crianças. 

Fórmula suave e hipoalergênica 

O protetor solar hipoalergênico infantil é ideal para peles sensíveis. Ele é suave o suficiente para a pele delicada das crianças, livre de fragrâncias e testado dermatologicamente para minimizar o risco de reações alérgicas. 

Saiba mais no artigo: Protetor solar hipoalergênico infantil: por que é o melhor para o seu bebê. 

Resistência à água e ao suor 

Idealmente, deve ser resistente à água para garantir proteção durante as atividades ao ar livre e em contato com a água. 

Filtros físicos minerais 

Deve conter filtros solares seguros e eficazes, como dióxido de titânio e óxido de zinco, já que esses são os mais seguros para a pele dos pequenos. 

Fácil aplicação 

Deve ser de fácil aplicação para incentivar a cobertura uniforme e garantir que as crianças estejam protegidas de maneira eficaz. Uma boa opção é o protetor solar infantil em bastão que é prático de aplicar e reaplicar, alcança os cantinhos mais difíceis, é fácil de levar na bolsa do bebê e fácil de espalhar. 

A Ollie possui o protetor solar infantil mineral com maior FPS do mercado. Com FPS 80, FPUVA 30, formato prático de bastão, filtros 100% minerais que formam uma barreira física, ele é pediatricamente e dermatologicamente testado, possui ingredientes naturais, além de ser resistente à água e ao suor. Protege enquanto cuida da pele, já que tem Vitamina E. Conheça clicando aqui. 

 

Imagem principal retirada do site Freepik