Pele ressecada: entenda quais os cuidados devemos ter

Pele ressecada: entenda quais os cuidados devemos ter

Chegando o inverno e o ressecamento da pele vai dando as caras, por isso te contamos tudo sobre como cuidar da pele ressecada.

O que é uma pele ressecada? 

A pele ressecada é algo temporário, a pele perde sua umidade natural e torna-se áspera, descamativa e, muitas vezes, desconfortável. Isso ocorre quando a camada externa da pele (a epiderme) não contém umidade suficiente, algo muito comum nas estações mais frias. 

O que causa o ressecamento da pele? 

Existem alguns fatores que contribuem para o ressecamento da pele, tanto internos como externos, olha só: 

Clima frio e seco 

O ar frio e a baixa umidade retiram a umidade da pele, deixando-a seca e áspera. 

Exposição ao sol frequente e sem proteção solar 

A exposição excessiva ao sol pode danificar a camada externa da pele, levando ao ressecamento, o ideal é sempre usar protetor solar, mesmo em dias nublados. 

Banhos quentes prolongados 

A água quente remove os óleos naturais da pele, contribuindo para o ressecamento.   

Uso de sabonetes e produtos agressivos 

Produtos que contêm ingredientes agressivos podem remover a camada protetora da pele. 

Idade 

Com o passar dos anos, a pele acaba produzindo menos óleo, o que aumenta a tendência ao ressecamento. 

Condições médicas 

Doenças como dermatite atópica e psoríase podem causar ressecamento. 

Qual a diferença entre pele seca e ressecada? 

Embora os termos sejam frequentemente usados como sinônimos, há uma diferença entre pele seca e pele ressecada: 

Pele seca 

É um tipo de pele caracterizada pela produção insuficiente de sebo. É uma condição permanente e geralmente hereditária. 

Leia também O que é pele seca? Saiba como identificar e cuidar. 

Pele ressecada 

É algo temporário que pode afetar qualquer tipo de pele, resultante de fatores externos ou temporários como clima, produtos de higiene ou hábitos diários. 

Como saber se minha pele está ressecada? 

Os sintomas da pele ressecada são fáceis de identificar: 

Aspereza: a pele fica áspera ao toque. 

Descamação: pode ocorrer descamação em áreas específicas. 

Fissuras: rachaduras pequenas e até sangramentos em casos graves. 

Coceira: sensação de coceira e desconforto. 

Aparência desbotada: a pele perde o brilho natural. 

Quais as partes do corpo que são mais ressecadas? 

A pele de algumas áreas do corpo é mais suscetível ao ressecamento devido a fatores específicos como a estrutura da pele nessas regiões, a quantidade de glândulas sebáceas, e a exposição a elementos ambientais, vem ver quais as áreas que mais ficam ressecadas: 

Cotovelos 

A pele dos cotovelos é naturalmente mais espessa e possui menos glândulas sebáceas, que são responsáveis pela produção de óleos naturais que mantêm a pele hidratada. Além disso, os cotovelos são frequentemente expostos a fricção e pressão devido ao movimento constante e ao apoio em superfícies que deixam o cotovelo ressecado. 

Joelhos 

Similar aos cotovelos, o joelho ressecado acontece porque a pele dessa área é espessa e tem poucas glândulas sebáceas. O movimento contínuo e a pressão exercida sobre os joelhos contribuem para a perda de umidade, resultando em ressecamento. 

Mãos 

As mãos estão constantemente expostas a diferentes condições ambientais, produtos químicos e lavagens frequentes. O uso de sabonetes e detergentes agressivos pode retirar os óleos naturais da pele, levando às temidas mãos ressecadas. 

Pés 

Os pés, especialmente os calcanhares, suportam todo o peso do corpo e estão frequentemente em contato com superfícies duras. A pele dos pés é espessa e, muitas vezes, fica confinada em sapatos fechados, o que pode contribuir para pés ressecados devido à falta de ventilação e ao atrito constante. 

Rosto 

O rosto está constantemente exposto ao ambiente, incluindo vento, sol e poluição. Áreas específicas do rosto, como ao redor do nariz e da boca, são particularmente propensas ao ressecamento devido à menor quantidade de glândulas sebáceas e à exposição contínua aos elementos, deixando a pele do rosto ressecada e sem brilho. 

Lábios 

A pele dos lábios é mais fina e não possui glândulas sebáceas, o que a torna especialmente vulnerável ao ressecamento. Fatores como clima frio, vento e hábitos como lamber os lábios podem agravar a situação, deixando os lábios ressecados ainda mais evidentes. 

Calcanhares 

A pele dos calcanhares é espessa para suportar a pressão e o impacto ao caminhar. No entanto, a falta de glândulas sebáceas e a pressão contínua podem levar à formação de rachaduras e um ressecamento do calcanhar. 

Como evitar o ressecamento da pele? 

Hidrate a pele regularmente 

Escolha cremes e loções adequados ao seu tipo de pele. Procure produtos que contenham ingredientes como ácido hialurônico, glicerina e ceramidas, que ajudam a reter a umidade na pele e hidratar a pele do corpo muito ressecada. 

O momento ideal para aplicar hidratantes é logo após o banho, quando a pele ainda está um pouco úmida. Isso ajuda a selar a umidade na pele. 

Evite banhos quentes e longos 

Banhos quentes podem remover os óleos naturais da pele, contribuindo para o ressecamento. Prefira água morna e limite o tempo no banho a 10-15 minutos. 

Opte por sabonetes hidratantes que sejam menos agressivos e não removem a camada protetora da pele. 

Proteja-se do clima 

No inverno, proteja-se do frio usando luvas, cachecóis e roupas grossas. No verão, proteja a pele do sol com roupas leves, chapéus e protetor solar. 

Use umidificadores em casa, especialmente durante o inverno, para manter a umidade do ar. Isso ajuda a evitar que a pele resseque devido ao ar seco. 

Beba bastante água 

Manter-se hidratado de dentro para fora é fundamental. Para saber qual quantidade de água beber leia nosso artigo completo clicando aqui. 

Cuide da Alimentação 

Alimentos como peixes, nozes e sementes de linhaça são ricos em ácidos graxos ômega-3, que ajudam a manter a pele saudável e hidratada. 

Frutas e vegetais ricos em antioxidantes, como vitamina C e vitamina E, ajudam a proteger a pele contra danos e a manter sua hidratação. 

Evite exposição excessiva ao sol 

A exposição ao sol sem proteção pode danificar a pele e contribuir para o ressecamento. Use protetor solar diariamente, mesmo em dias nublados. Procure evitar a exposição direta ao sol entre 10h e 16h, quando os raios UV são mais intensos. 

Adote hábitos saudáveis 

O tabagismo pode comprometer a circulação sanguínea na pele, contribuindo para o ressecamento e o envelhecimento precoce. 

Um bom sono é essencial para a regeneração da pele. Durma pelo menos 7-8 horas por noite para manter a pele saudável. 

O que é bom para pele ressecada? Como tratar? 

Hidratantes intensivos 

Cremes e loções: utilize hidratante para pele ressecada que seja rico em ingredientes como ácido hialurônico, glicerina, ureia e ceramidas.  

Óleos naturais: óleo de coco, óleo de jojoba e óleo de amêndoas são excelentes para hidratar e proteger a pele. São uma ótima opção de tratamento caseiro para pele ressecada. Só é preciso se atentar à quantidade para não deixar a pele muito oleosa. 

Manteigas corporais: manteiga de karité e manteiga de cacau são ótimas opções para hidratação profunda, especialmente em áreas mais secas como cotovelos e joelhos. 

Produtos de tratamento 

Hidratantes com ureia: hidratantes que contêm ureia são eficazes para tratar a pele ressecada, pois ajudam a atrair e reter a umidade, esses produtos estão sempre presentes nas listas de melhor hidratante para pele ressecada. 

Proteção solar 

O protetor solar protege a pele dos danos causados pelos raios ultravioleta (UV) do sol, que podem levar ao envelhecimento precoce, manchas solares e câncer de pele. Isso é crucial para todos os tipos de pele, incluindo a oleosa. 

Mesmo no inverno, passar protetor solar é primordial para proteger a pele. Até 80% dos raios ultravioletas (UV) do sol podem penetrar nas nuvens e alcançar a superfície da Terra. Isso significa que mesmo em dias nublados, sua pele está exposta aos danos causados pelos raios UV. 

O clima pode mudar rapidamente, com o sol aparecendo de repente mesmo em um dia nublado. Estar sempre protegido garante que você não seja pego desprevenido. 

A exposição ao sol também pode causar inflamação e vermelhidão, que podem agravar a acne. Usar protetor solar ajuda a prevenir essa inflamação. 

Na hora de escolher o melhor protetor para pele ressecada, priorize produtos que tenham: 

Proteção de amplo espectro 

FPS (Fator de Proteção Solar) 30 ou superior: para garantir proteção eficaz contra os raios UVA e UVB, escolha um protetor solar com FPS 30 ou mais. 

Filtros físicos e químicos: protetores solares que combinam filtros físicos (como dióxido de titânio e óxido de zinco) e químicos (como avobenzona e octocrileno) oferecem uma proteção de amplo espectro mais eficaz. 

Ativos hidratantes como: 

Ácido hialurônico: um poderoso agente hidratante que ajuda a atrair e reter a umidade na pele, mantendo-a hidratada ao longo do dia. 

Glicerina: um umectante que atrai água para a camada externa da pele, ajudando a manter a hidratação. 

Ceramidas: lipídios que ajudam a restaurar e manter a barreira natural da pele, prevenindo a perda de umidade. 

Pantenol (Vitamina B5): conhecido por suas propriedades hidratantes e reparadoras, ajuda a acalmar a pele ressecada. 

Formulação apropriada 

Não comedogênico: embora a pele ressecada não seja geralmente propensa a acne, é importante escolher produtos que não obstruam os poros. 

Textura cremosa ou loção: protetores solares com uma textura cremosa ou em loção são geralmente mais hidratantes do que aqueles em gel ou spray. 

Hipoalergênico: produtos hipoalergênicos são formulados para minimizar o risco de reações alérgicas, sendo mais seguros para a pele sensível e ressecada. 

Dica extra: evite aplicar tratamentos caseiros para pele ressecada, como hidratante caseiro, essas receitas não têm comprovação científica e podem piorar o quadro de ressecamento. Consulte sempre um médico antes de incluir qualquer produto ou ingrediente na rotina de cuidados. 

A Ollie possui diversos produtos com alta proteção solar, conheça a linha clicando aqui. 

 

Imagem principal retirada do site Depositphotos.