Usar protetor solar clareia a pele? Saiba tudo sobre

Usar protetor solar clareia a pele? Saiba tudo sobre

Produtos com FPS são essenciais na rotina, mas é comum surgir a dúvida: protetor solar clareia a pele? Descubra neste artigo.

A busca por uma pele livre de manchas é um objetivo comum entre muitas pessoas e para isso recorrem a produtos com ativos clareadores, mas esquecem que proteger a pele dos raios solares é essencial para manter a saúde da pele em dia, evitar doenças e, claro, clarear as temidas manchinhas.

Porque o sol causa manchas?

Antes de entender o papel do protetor solar no clareamento da pele, é importante compreender por que o sol pode causar manchas.

Elas surgem de forma gradual em áreas do corpo expostas ao sol, a sua formação pode acontecer desde a infância quando há uma grande exposição solar e se acumulando ao longo dos anos. É algo que pode aparecer em todas as peles, mas é mais prevalente em mulheres após 35 anos, podendo piorar durante a gravidez, tratamentos hormonais, entre outros.

Os raios UVA e UVB, causadores das manchas, penetram tanto nas camadas mais superficiais como as mais profundas da pele, eles causam envelhecimento precoce, degradação do colágeno, e levam a diferentes tipos de manchinhas, como:

Hiperpigmentação

A exposição ao sol sem proteção causa um desequilíbrio nas células que produzem melanina, o pigmento responsável pela coloração da pele, produzindo em maior quantidade que pode levar ao escurecimento de áreas específicas, resultando em hiperpigmentação.

Sardas e manchas senis

A exposição crônica ao sol leva ao desenvolvimento de sardas e manchas senis, especialmente em áreas frequentemente expostas, como o rosto, mãos, pescoço e braços.

Melasma

O melasma é uma condição de pigmentação da pele que é agravada pela exposição solar. Ela também é causada pelo aumento da produção de melanina, mas também por alguns fatores de risco.
Saiba mais sobre como identificar os sintomas do melasma clicando aqui.

Usar protetor solar clareia a pele?

A resposta é sim, por ele evitar que as manchas já existentes piorem por conta do aumento da melanina e que surjam novas devido à exposição excessiva ao sol.

O protetor solar possui ingredientes ativos que funcionam como uma barreira física e química contra os raios UV emitidos pelo sol. Esses ingredientes ajudam a refletir, dispersar ou absorver os raios UV antes que eles possam penetrar na pele, mantendo a pigmentação mais uniforme.

Se você já tem manchas na pele, o protetor solar ajuda a evitar que essas manchas piorem. A exposição ao sol pode tornar as manchas existentes mais visíveis e escuras, enquanto o protetor solar ajuda a mantê-las estáveis, especialmente quando combinado com outros tratamentos para hiperpigmentação, como o uso de ativos antioxidantes.

Os antioxidantes são substâncias que auxiliam no combate dos danos provocados pelos radicais livres. Eles protegem as células, ajudando a regenerar outros antioxidantes já presentes no corpo, como a vitamina C e a vitamina E, além de potencializar os efeitos da proteção solar, neutralizando os raios e deixando a pele mais uniforme e hidratada.

Você pode juntar o poder clareador da proteção solar com ativos antioxidantes, busque por produtos que contenham vitaminas C e E, como os da Ollie. Veja nossa loja clicando aqui.
Quer saber tudo sobre antioxidantes? Leia nosso artigo completo aqui.

Importância de passar protetor solar todos os dias para clarear a pele 

Além de evitar o escurecimento das manchas e o aparecimento de novas, o uso diário do protetor solar ajuda também: 

  1. Prevenção do envelhecimento precoce 

O protetor solar é uma poderosa ferramenta na prevenção do envelhecimento precoce da pele. A exposição excessiva ao sol pode causar rugas, linhas finas e flacidez da pele, a aplicação diária do protetor evita que o tecido celular sofra danos irreparáveis.

  1. Redução do risco de câncer de pele

A exposição solar sem proteção aumenta o risco de câncer de pele, incluindo o melanoma. O câncer de pele é o tipo mais frequente da doença no Brasil, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), com registro anual de 177.000 novos casos. 

O uso diário de protetor solar é uma medida crucial na prevenção desse tipo de câncer.

  1. Manutenção da saúde geral da pele

A pele saudável é uma pele radiante. O uso constante de protetor solar ajuda a manter a saúde da pele em dia, evitando problemas futuros e criando uma aparência mais jovem.

Qual o melhor protetor para clarear a pele?

O protetor solar para ser efetivo precisa ter um FPS de, no mínimo, 30, segundo a SBD e ter proteção contra os raios UVA também.
Para peles com melasma, o indicado é que o produto com proteção solar tenha cor, já que ele possui o pigmento que além de proteger dos raios solares, também ajuda a proteger contra a luz azul, além de absorver a radiação visível.

O Protetor Solar em Bastão Com Cor Ollie além de FPS 95, FPUVA 40, possui ativos de skincare que contribuem para o clareamento e hidratação da pele, como vitaminas C e E, ácido hialurônico, proteção contra a luz visível e alta resistência à água. Além de suavizar manchas de acne e melasma, ele tem toque seco que não pesa na pele. Conheça clicando aqui.