Protetor solar esportivo: como escolher

Protetor solar esportivo: como escolher

Na hora de malhar você usa protetor solar esportivo? Não? Vem com a gente entender a importância da proteção solar nas atividades físicas e dicas de como escolher a sua. 

 

O protetor solar é um aliado essencial para quem pratica atividades físicas ao ar livre e em ambientes fechados.  

 

Qual a importância do protetor solar para quem pratica esporte? 

 

Você já sabe que a exposição aos raios ultravioleta do sol pode causar danos à pele, como queimaduras solares, envelhecimento precoce e aumento do risco de câncer de pele. Durante as atividades físicas, a pele está mais exposta ao sol e a sudorese pode comprometer a eficácia do protetor convencional, tornando o uso de um protetor solar para esporte ainda mais necessário. 

 

Quais os benefícios que um protetor solar para esporte deve ter 

 

Ao escolher um protetor solar para esportes, é importante considerar alguns benefícios específicos para garantir uma proteção adequada: 

 

  1. Resistência à água e suor 

 

Talvez um dos principais benefícios desse tipo de protetor.  

Na hora da atividade física é muito comum que haja um suor excessivo, afinal, você está se movimentando, e o suor junto com o atrito com a pele causado pelas roupas e equipamentos esportivos, pode levar à remoção da proteção, por isso é preciso que o protetor solar esportivo tenha alta resistência à água e ao suor para garantir uma proteção contínua, mesmo durante as atividades mais intensas. 

 

O protetor solar para ser resistente à água e ao suor, precisa de componentes que auxiliam na formação de uma barreira protetora à pele, que são menos suscetíveis à remoção pela água. 

 

O nosso Bastão Incolor possui alta resistência, além de alto FPS, vitamina E e é perfeito para peles oleosas e sensíveis. Conheça clicando aqui. 

 

  1. FPS (Fator de Proteção Solar) adequado 

 

A escolha do FPS correto é muito importante para proteger a pele contra os danos causados pelos raios UVB. Recomenda-se um FPS de no mínimo 50 para peles claras, para peles morenas 45 e peles negras a partir de 30 FPS, segundo a SBD RJ. 

 

  1. Proteção UVA e UVB 

 

O protetor solar esportivo deve oferecer proteção de amplo espectro, ou seja, proteção contra os raios UVA e UVB. Enquanto os raios UVB causam queimaduras solares, os raios UVA penetram mais profundamente na pele e estão associados ao envelhecimento precoce e ao risco de câncer de pele. Por isso é preciso sempre se proteger mesmo em atividades indoor e principalmente as feitas em ambientes abertos. 

 

  1. Não arder os olhos 

 

O suor em contato com o protetor pode arder os olhos e atrapalhar a execução da atividade física, por isso é importante que o produto não tenha nada em sua composição capaz de lacrimejar os olhos quando houver suor excessivo. 

 

  1. Ter rápida absorção 

 

Ninguém merece ficar com o rosto melequento enquanto se exercita, não é mesmo? Dê preferência para protetores com rápida absorção, que deixem a pele sequinha, sem oleosidade e com toque seco.  

 

  1. Praticidade na reaplicação 

 

O protetor solar para esportes precisa ser simples de aplicar e retocar ao longo do dia. O melhor formato é o Bastão, já que ele possui uma embalagem compacta, que pode ser levado no bolso, na necessaire ou na pochete, ele também consegue chegar a lugares mais “chatinhos” de aplicar, como o nariz, orelhas e pálpebras. 

 

Recomenda-se reaplicar o protetor solar a cada duas horas durante a prática de atividades físicas, ou no dia a dia se houver transpiração excessiva ou contato com água.  

 

  1. Prevenção do melasma e manchas escuras 

 

Pessoas com tendência ao melasma ou outras desordens de pigmentação devem ter um cuidado especial com a reaplicação do protetor solar já que o sol pode agravar essas condições. A proteção contínua é essencial para evitar o escurecimento das manchas e a piora da hiperpigmentação. 

 

Como escolher o protetor solar para esportes para o rosto 

 

Ao comprar um protetor solar para o rosto, se o seu foco é a prática de atividades físicas, primeiro é necessário avaliar o FPS e FPUVA., que precisa ser acima de 30. O sensorial do protetor deve ser confortável para o uso, não deixar a pele melequenta, dê preferência para os que possuem toque seco e que tenham alta resistência à água e ao suor para que não transfira ou escorra durante a atividade física. 

 

E para o corpo? 

 

O protetor solar para esportistas para o corpo deve ter as mesmas características do produto para rosto, mas pelo corpo ser uma área mais extensa, é preferível que seja um produto mais líquido já que é mais fácil e rápido de espalhar. 

 

Quer saber como aplicar cada tipo de protetor solar? Dá uma olhadinha no nosso artigo completo sobre qual a quantidade correta de protetor solar: bastão, líquido e spray. 

 

Posso usar protetor solar com cor ao praticar esportes? 

 

Sim! protetor solar com cor é muito indicado para quem tem melasma e precisa se expor ao sol.  

Esse tipo de protetor, por conta do pigmento, forma uma barreira extra de proteção que absorve a radiação visível, minimizando o efeito da luz e protegendo a pele dos efeitos nocivos do sol.  

O que pode acontecer é o protetor com cor transferir um pouco em contato com água ou suor, por isso é preciso se atentar se ele possui alta resistência à água para que transfira menos.  

 

A Ollie tem uma linha de produtos com proteção solar com ativos de skincare, toque seco, resistência à água e ao suor e super fáceis de reaplicar ao longo do dia. Conheça clicando aqui.